22 julho 2014

GESTAÇÃO ANEMBRIONÁRIA OU OVO CEGO


Gravidez Anembrionada (imagem) o saco gestacional cresce, pode até surgir uma vesícula vitelina mas o embrião não se forma; uma das definições ecográficas é a existência de um saco gestacional com mais de 20 mm de diâmetro sem embrião no seu interior.
A gestação anembrionária, também chamada de ‘ovo cego’, como o próprio nome diz, é uma gravidez sem embrião. Isso acontece quando o óvulo fertilizado se implanta no útero, porém o embrião não se desenvolve.

Etiologia:
As causas de seu surgimento não são completamente conhecidas, mas acredita-se que a parte do óvulo fertilizado que formaria o bebê não se desenvolve, enquanto a parte que forma a placenta e as membranas continua se desenvolvendo normalmente dentro do útero.

Sintomas:
São os mesmos de uma gravidez normal, o teste dá positivo, há o saco gestacional, o beta HCG e a progesterona se elevam, porém a gravidez evoluirá para um aborto inevitável podendo ocorrer em mulheres de qualquer idade.

Diagnostico:
É feito por ultrassonografia, geralmente a partir da 7ª semana de gestação, e é confirmado quando o saco gestacional medir mais do que 20mm e não for encontrado nenhum sinal de embrião.

Tratamento:
Medicamentoso para fazer com que ocorra a eliminação do material uterino e, em alguns casos é necessária a realização de uma curetagem uterina.

Vídeo:





Postar um comentário