04 novembro 2015

VARICOCELE

 

Varicocele ou Varicocelo designa a formação de varizes nas veias da região do escroto, onde estão alojados os testículos. A dilatação dessas veias prejudica o fluxo sanguíneo local, a troca de nutrientes e leva ao acúmulo de substâncias tóxicas e ao aumento de temperatura. Esses factores podem provocar alterações na quantidade - oligozoospermia - e qualidade dos espermatozóides.

 

Sintomas:

Þ    Dor no testículo;

Þ    Sensação de peso no(s) testículo(s);

Þ    Infertilidade;

Þ    Diminuição (atrofia) do(s) testículo(s);

Þ    Veia aumentada visível ou palpável (capaz de ser sentida).

 

O paciente nota a presença de veias dilatadas e tortuosas no seu saco escrotal ou mesmo apresenta desconforto ou dor no lado afetado. As veias aumentam de calibre com o esforço físico. A varicocele pode também ser indolor ou ser achada acidentalmente. O lado mais atingido, por uma razão anatômica, é o lado esquerdo. Aparecimento súbito de varicocele principalmente em pessoas idosas pode ser causado por tumores renais devido à compressão da veia renal. A varicocele é uma causa comum de infertilidade, alterando o esperma e inclusive diminuindo , em alguns casos, o volume testicular.

 

 Diagnóstico:

 

O diagnóstico do varicocele pode ser feito pelo exame físico e anatomico através de manobras que aumentem a pressão abdominal (como tossir, força de defecação) fazendo com que as veias inchem, e o médico ou enfermeiro possa palpar essas veias. Para confirmar o diagnóstico deve ser feito um exame chamado Eco Doppler, no qual é possível verificar se realmente há refluxo de sangue, além de conseguir medir a intensidade desse refluxo. Os vasos do plexo pampiniforme apresentarão dilatação superior a 2 mm.

 

Prognóstico:

 

O varicocele geralmente não causa danos e não requer tratamento. Se for necessária, pode ser feita uma cirurgia devido à infertilidade ou atrofia testicular, neste caso, a aparência final pode ser boa ou cursar com sequelas, como a hidrocele, em até 29% dos casos. Ocasião em que nova cirurgia (hidrocelectomia), com taxa de até 20% de complicações, incluindo infecções, pode ser necessária. A remoção do varicocele pode fazer com que as temperaturas testiculares fiquem normais e que haja uma produção aumentada de espermatozóides.

 

Tratamento:

 

O tratamento é cirúrgico com ligadura da veia espermática. Existem várias técnicas, todas de ambulatório. O tratamento geralmente é bem sucedido e se a varicocele for a única causa da infertilidade, essa estará resolvida. Alguns casos assintomáticos de varicocele podem ser tratados conservadoramente com um suspensório escrotal durante exercícios.Além da infertilidade, a dor no testículo afetado ou a estética ( varicoceles muito volumosas ) constituem outras indicações cirúrgicas. Em crianças a indicação é controversa, sendo indicada a cirurgia quando houver indícios de atrofia ( diminuição do volume) testicular.

 

Postar um comentário