27 outubro 2015

GLÂNDULA DE BARTHOLIN

 

Bartholinite é a inflamação de uma glândula chamada Bartholin, localizada na parte interna da vagina, que serve para ajudar a mulher na lubrificação da região vaginal tanto no ato sexual como fora dele. Quando a abertura do Bartholin fica obstruída, o líquido volta para dentro da glândula, formando um cisto de dor aguda.

Se o fluido for infeccioso, provoca uma grande quantidade de pus, que fica por dentro da mucosa da vagina como se fosse um furúnculo, dando origem ao que se chama Bartolinite aguda.

 

As glândulas de Bartholin localizam-se na parte anterior da vagina, como mostra a imagem abaixo, e têm a função de lubrificá-la, principalmente durante o contato íntimo.
 
Sintomas:
 
Os sintomas da inflamação das glândulas de Bartholin, quando ainda não foram infectadas por bactérias, geralmente só incluem a formação do cisto de Bartholin, podendo a região ficar avermelhada, inchada e dolorida. Porém, normalmente o cisto de Bartholin não apresenta sintomas.
 
Por outro lado, os sintomas da infecção da glândula de Bartholin incluem:
 
- Saída de pus;
- Região avermelhada, quente, muito dolorida e inchada, semelhante a um furúnculo;
- Em estágios mais avançados, é visível um nódulo próximo da abertura vaginal;
- Sensação de bola ou caroço na vagina;
- Dor e desconforto ao caminhar ou sentar;
- Dor durante o contato íntimo;
- Febre.

​​Estes sintomas só acontecem quando as glândulas de Bartholin estão infeccionadas por bactérias.
 
Etiologia:
 
A causa da inflamação da glândula de Bartholin, no caso do aparecimento do cisto, é o acúmulo do líquido lubrificante dentro da própria glândula.
 
As causas da Bartolinite aguda estão relacionadas com a infecção da glândula de Bartholin por bactérias:
 
- Por conta de uma doença sexualmente transmissível, como Neisseria gonorrhoeae, causadora da gonorreia, ou ​Chlamydia trachomatis​, responsável pela clamídia através da prática de relações íntimas desprotegidas;
 
- Do trato intestinal, frequentemente Escherichia coli devido a maus cuidados de higiene íntima, como descuido ou lavagem incorreta da região, de trás para a frente.
 
Em caso de suspeita de bartolinite, deve-se consultar seu médico para ele avaliar, e se for necessário, instituir o melhor tratamento.
 
Tratamento:
 
- Remédios anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos, quando há infecção; ​​
 
- Banhos de assento com água quente;
 
- Drenagem cirúrgica do cisto;
 
- Marsupialização que é uma técnica cirúrgica;

Cirurgia de remoção ou Bartolinectomia.

O tratamento da inflamação da glândula de Bartholin deve ser realizado sob orientação do médico. Mas um excelente tratamento natural para a inflamação da glândula de Bartholin é o remédio caseiro com chá de barbatimão e aroeira que é feito com 15 g da casca destas plantas e meio litro de água, bebendo 4 xícaras por dia.
 
Prevenção:
 
O aparecimento do cisto de Bartholin pode ser evitado através do uso de preservativo e a manutenção de hábitos de higiene da região íntima.

Glândula de Bartholin durante a gravidez

As glândulas de Bartholin localizam-se na parte anterior da vagina, como mostra a imagem abaixo, e têm a função de lubrificá-la, principalmente durante o contato íntimo.

Sintomas:

Os sintomas da inflamação das glândulas de Bartholin, quando ainda não foram infectadas por bactérias, geralmente só incluem a formação do cisto de Bartholin, podendo a região ficar avermelhada, inchada e dolorida. Porém, normalmente o cisto de Bartholin não apresenta sintomas.

Por outro lado, os sintomas da infecção da glândula de Bartholin incluem:

- Saída de pus;

- Região avermelhada, quente, muito dolorida e inchada, semelhante a um furúnculo;

- Em estágios mais avançados, é visível um nódulo próximo da abertura vaginal;

- Sensação de bola ou caroço na vagina;

- Dor e desconforto ao caminhar ou sentar;

- Dor durante o contato íntimo;

- Febre.

​​Estes sintomas só acontecem quando as glândulas de Bartholin estão infeccionadas por bactérias.

Etiologia:

A causa da inflamação da glândula de Bartholin, no caso do aparecimento do cisto, é o acúmulo do líquido lubrificante dentro da própria glândula.

As causas da Bartolinite aguda estão relacionadas com a infecção da glândula de Bartholin por bactérias:

- Por conta de uma doença sexualmente transmissível, como Neisseria gonorrhoeae, causadora da gonorreia, ou ​Chlamydia trachomatis​, responsável pela clamídia através da prática de relações íntimas desprotegidas;

- Do trato intestinal, frequentemente Escherichia coli devido a maus cuidados de higiene íntima, como descuido ou lavagem incorreta da região, de trás para a frente.

Em caso de suspeita de bartolinite, deve-se consultar seu médico para ele avaliar, e se for necessário, instituir o melhor tratamento.

Tratamento:

- Remédios anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos, quando há infecção; ​​

- Banhos de assento com água quente;

- Drenagem cirúrgica do cisto;

- Marsupialização que é uma técnica cirúrgica;

Cirurgia de remoção ou Bartolinectomia.

O tratamento da inflamação da glândula de Bartholin deve ser realizado sob orientação do médico. Mas um excelente tratamento natural para a inflamação da glândula de Bartholin é o remédio caseiro com chá de barbatimão e aroeira que é feito com 15 g da casca destas plantas e meio litro de água, bebendo 4 xícaras por dia.

Prevenção:

O aparecimento do cisto de Bartholin pode ser evitado através do uso de preservativo e a manutenção de hábitos de higiene da região íntima.

Glândula de Bartholin durante a gravidez

A inflamação da glândula de Bartholin durante o período da gravidez, normalmente, não é preocupante, porque o aparecimento do cisto é indolor e acaba por desaparecer naturalmente e, por isso, a mulher pode ter parto normal.

Quando o cisto de Bartholin infecciona na gravidez, com o tratamento adequado, ele geralmente fica livre das bactérias, não existindo risco para a gestante ou o bebê.

Prognóstico:

Há uma boa chance de que este problema melhore rapidamente. O cisto de glândula de Bartholin pode responder só com alguns dias de compressas de água morna. Quando algum abscesso requer uma incisão (drenagem), a cura pode levar alguns dias ou semanas, dependendo do tamanho do abscesso. Cistos e abscessos recorrentes (que voltam sempre), tratados com um cateter ou marsupialização, podem levar muito mais tempo para curar. Porém, estes procedimentos são altamente efetivos para impedir que as infecções voltem.


A inflamação da glândula de Bartholin durante o período da gravidez, normalmente, não é preocupante, porque o aparecimento do cisto é indolor e acaba por desaparecer naturalmente e, por isso, a mulher pode ter parto normal.

Quando o cisto de Bartholin infecciona na gravidez, com o tratamento adequado, ele geralmente fica livre das bactérias, não existindo risco para a gestante ou o bebê.
 
Prognóstico:
 
Há uma boa chance de que este problema melhore rapidamente. O cisto de glândula de Bartholin pode responder só com alguns dias de compressas de água morna. Quando algum abscesso requer uma incisão (drenagem), a cura pode levar alguns dias ou semanas, dependendo do tamanho do abscesso. Cistos e abscessos recorrentes (que voltam sempre), tratados com um cateter ou marsupialização, podem levar muito mais tempo para curar. Porém, estes procedimentos são altamente efetivos para impedir que as infecções voltem.
 

 
Postar um comentário