26 outubro 2015

MÉDICO INTERROMPE CIRURGIA E FAZ VÍDEO DENUNCIANDO PROBLEMAS NO TRAUMA DE JP.

Conforme o diretor do Trauma de João Pessoa, o caso será apurado em sindicâncias na própria unidade de saúde, nos conselhos regionais e federal de Medicina (CRM-PB e CFM) e na cooperativa de ortopedia da qual o médico é membro. “Ele desrespeitou as normas internas do hospital e a decisão do CFM que proíbe médicos de tirarem fotos enquanto atendem pacientes. Ele não só fez imagens, como as divulgou. Expôs o paciente e a instituição. Vamos abrir sindicâncias.

Postar um comentário